'O Outro Lado do Paraíso': ameaçada, Sophia assassina Laerte usando tesoura.

'O Outro Lado do Paraíso': ameaçada, Sophia assassina Laerte usando tesoura.

Sophia (Marieta Severo) não vai suportar ser chantageada por Laerte (Raphael Vianna) na novela "O Outro Lado do Paraíso" e dará fim à vida do funcionário do bordel usando uma tesoura. Segundo o "Observatório da Televisão", o segurança informado por Caetana (Laura Cardoso) de que a viúva foi prostituta e suspeita de matar um amante no passado resolve pedir parte do faturamento da exploração de esmeraldas e a conversa termina na execução de um novo crime realizado pela mãe de Gael (Sergio Guizé), Lívia (Grazi Massafera) e Estela (Juliana Caldas). Laerte tenta convencer Duda em plano contra Natanael Tudo começa nas cenas previstas para irem ao ar dia na primeira semana de janeiro, quando Laerte insiste em conseguir a parceria de Duda (Gloria Pires), de quem também conseguiu descobrir os segredos, para conseguir dinheiro de Natanael (Juca de Oliveira). "Vem comigo. Se for junto, a gente arranca mais grana ainda dessa gente. Se você reaparece viva, me ajuda a tirar mais. Numa boa", diz o segurança do Love Chic, mas a mulher que se envergonha de fazer programa não concorda com seu plano. 'O nome Agenor te diz alguma coisa?' Sem poder contar com Duda para enriquecer, Laerte mostra ter outra armação em mente e vai até Sophia para colocar seu trunfo na mesa. "Agora a gente pode conversar?", pergunta o homem ao cercar a ricaça no garimpo. "Que tanto tem pra conversar comigo, rapaz? É emprego? Não parece garimpeiro. Na administração já tenho o doutor Amaral. Tem um escritório terceirizado, que me atende. Tua insistência é inútil", diz Sophia, o descartando. Ele, então, fala o nome do amante da golpista e a deixa sem reação. "O nome Agenor te diz alguma coisa?", continua o funcionário que a leva para os fundos do bordel depois que ela aceita conversar em particular com ele. Sophia declara: 'Quer me chantagear? Perdeu teu tempo' O homem ordena que Sophia entre em um dos quartos e, depois de protestar, ela começa a se defender do indício de ameaça. "Está falando de um assassinato de muito tempo atrás. Fui acusada na época, mas tinha um álibi", diz a mulher que será presa após denúncia de Clara (Bianca Bin). Laerte revela que Caetana contou tudo o que sabia a ele: "Um álibi falso. Eu conversei com a velha. A dona do bordel que te ajudou, e que cê nem quis cumprimentar. Ela mentiu pra te ajudar. Mentiu". E a mau-caráter se impõe: "E daí? Tem mais de vinte anos. Eu conheço a lei, rapaz. Principalmente essa lei. Depois de vinte anos, um crime está prescrito. Não posso ser julgada. Quer me chantagear? Perdeu teu tempo". Laerte é morto com uma tesoura e Clara o encontra Decidido, o segurança conta que pesquisou sobre Sophia e sabe da importância que tem seu nome na sociedade de Palmas. "Qual o preço de um nome? Que vão dizer se boto a boca no mundo? Se conto que cê fazia programa. Que assassinou um amante? Um homem casado que não deu o que cê queria. Que vão dizer? Como fica na sociedade?", indaga, revelando o a condição para permanecer em silêncio: "Eu quero uma participação nos lucros das esmeraldas". "Eu pago", concorda Sophia, mentindo. "Diz aí, tô pronto. O que propõe?", pergunta. Ela tira a tesoura de sua bolsa discretamente e declara, antes de cravar o objeto no corpo de Larte: "A morte". Sophia deixa o local acreditando que ninguém sabe do crime, mas Clara encontra o corpo e retira a tesoura do segurança e, depois, quase é presa, mas Duda assume a culpa do assassinato para livrá-la da cadeia.

Leia tudo

'O Outro Lado do Paraíso': ameaçada, Sophia assassina Laerte usando tesoura.
Sophia (Marieta Severo) não vai suportar ser chantageada por Laerte (Raphael Vianna) na novela "O Outro Lado do Paraíso" e dará fim à vida do funcionário do bordel usando uma tesoura. Segundo o "Observatório da Televisão", o segurança informado por Caetana (Laura Cardoso) de que a viúva foi prostituta e suspeita de matar um amante no passado resolve pedir parte do faturamento da exploração de esmeraldas e a conversa termina na execução de um novo crime realizado pela mãe de Gael (Sergio Guizé), Lívia (Grazi Massafera) e Estela (Juliana Caldas).

Laerte tenta convencer Duda em plano contra Natanael

Tudo começa nas cenas previstas para irem ao ar dia na primeira semana de janeiro, quando Laerte insiste em conseguir a parceria de Duda (Gloria Pires), de quem também conseguiu descobrir os segredos, para conseguir dinheiro de Natanael (Juca de Oliveira). "Vem comigo. Se for junto, a gente arranca mais grana ainda dessa gente. Se você reaparece viva, me ajuda a tirar mais. Numa boa", diz o segurança do Love Chic, mas a mulher que se envergonha de fazer programa não concorda com seu plano.

'O nome Agenor te diz alguma coisa?'

Sem poder contar com Duda para enriquecer, Laerte mostra ter outra armação em mente e vai até Sophia para colocar seu trunfo na mesa. "Agora a gente pode conversar?", pergunta o homem ao cercar a ricaça no garimpo. "Que tanto tem pra conversar comigo, rapaz? É emprego? Não parece garimpeiro. Na administração já tenho o doutor Amaral. Tem um escritório terceirizado, que me atende. Tua insistência é inútil", diz Sophia, o descartando. Ele, então, fala o nome do amante da golpista e a deixa sem reação. "O nome Agenor te diz alguma coisa?", continua o funcionário que a leva para os fundos do bordel depois que ela aceita conversar em particular com ele.

Sophia declara: 'Quer me chantagear? Perdeu teu tempo'

O homem ordena que Sophia entre em um dos quartos e, depois de protestar, ela começa a se defender do indício de ameaça. "Está falando de um assassinato de muito tempo atrás. Fui acusada na época, mas tinha um álibi", diz a mulher que será presa após denúncia de Clara (Bianca Bin). Laerte revela que Caetana contou tudo o que sabia a ele: "Um álibi falso. Eu conversei com a velha. A dona do bordel que te ajudou, e que cê nem quis cumprimentar. Ela mentiu pra te ajudar. Mentiu". E a mau-caráter se impõe: "E daí? Tem mais de vinte anos. Eu conheço a lei, rapaz. Principalmente essa lei. Depois de vinte anos, um crime está prescrito. Não posso ser julgada. Quer me chantagear? Perdeu teu tempo".

Laerte é morto com uma tesoura e Clara o encontra

Decidido, o segurança conta que pesquisou sobre Sophia e sabe da importância que tem seu nome na sociedade de Palmas. "Qual o preço de um nome? Que vão dizer se boto a boca no mundo? Se conto que cê fazia programa. Que assassinou um amante? Um homem casado que não deu o que cê queria. Que vão dizer? Como fica na sociedade?", indaga, revelando o a condição para permanecer em silêncio: "Eu quero uma participação nos lucros das esmeraldas". "Eu pago", concorda Sophia, mentindo. "Diz aí, tô pronto. O que propõe?", pergunta. Ela tira a tesoura de sua bolsa discretamente e declara, antes de cravar o objeto no corpo de Larte: "A morte". Sophia deixa o local acreditando que ninguém sabe do crime, mas Clara encontra o corpo e retira a tesoura do segurança e, depois, quase é presa, mas Duda assume a culpa do assassinato para livrá-la da cadeia.