Com desconto de R$ 2 por pessoa, Associação Bom Samaritano vence licitação do plano

Com desconto de R$ 2 por pessoa, Associação Bom Samaritano vence licitação do plano

Única participante da licitação aberta pela Prefeitura de Maringá para a contratação do plano de saúde dos servidores, a Associação Beneficente Bom Samaritano, mantenedora do Hospital Santa Rita, foi

Leia tudo

Única participante da licitação aberta pela Prefeitura de Maringá para a contratação do plano de saúde dos servidores, a Associação Beneficente Bom Samaritano, mantenedora do Hospital Santa Rita, foi homologada vencedora da concorrência, na modalidade de pregão.

O valor contratado é de R$ 68, por mês, para cada uma das 31.377 pessoas que serão atendidas pela Associação Bom Samaritano. No edital de licitação aberto pela administração municipal, o teto estipulado foi de R$ 70 por vida.

O valor total do contrato será de R$ 25,6 milhões por ano, de um total de R$ 30 milhões que o município estava disposto a pagar inicialmente.

A homologação foi assinada na terça-feira (17/10) e publicada em edição do Órgão Oficial do Município publicada nesta sexta-feira (20/10).

A contratação do plano de saúde visa ao atendimento dos servidores municipais ativos e inativos, além dos dependentes.

O grupo a ser atendido é dividido em 17.019 mulheres e 14.358 homens. No que diz respeito a faixa etária, a maior fatia, de 7.594 pessoas, tem de zero a 18 anos. A quantidade de beneficiários com 59 anos ou mais é de 4.901 pessoas.

Bom Samaritano atende aos servidores desde 2008

A Associação Bom Samaritano realiza o atendimento do Sistema de Atenção à Saúde dos Servidores do Município de Maringá (Sama) desde janeiro de 2008. Antes, havia uma autarquia municipal que comprava os serviços de consultas, cirurgias, internamentos e demais procedimentos em diferentes hospitais e prestadores de serviço.

A última renovação de contrato com a Associação Bom Samaritano aconteceu em janeiro de 2017, poucos dias após o prefeito Ulisses Maia (PDT) assumir a prefeitura. Nesta ocasião, o município concordou com o pagamento de R$ 60 por beneficiário a cada mês, dentro de um custo total estimado de R$ 21,6 milhões ao ano.

Com o novo contrato, que será assinado nos próximos dias, haverá um acréscimo de 13,3% no custo de cada uma das pessoas que serão atendidas. O contrato a ser firmado é válido por um ano, sem previsão de aumento, mas com possibilidade de renovação, quando também serão analisados possíveis reajustes de preço.
Com desconto de R$ 2 por pessoa, Associação Bom Samaritano vence licitação do plano

Posts Relacionados