Como Combater a Depressão sem a Ajuda de Medicamentos

Como Combater a Depressão sem a Ajuda de Medicamentos

O problema conhecido como depressão pode variar entre uma leve tristeza até uma doença fatal. Medicamentos normalmente são prescritos para combater a depressão. Pessoas passando por sintomas

Leia tudo

O problema conhecido como depressão pode variar entre uma leve tristeza até uma doença fatal. Medicamentos normalmente são prescritos para combater a depressão. Pessoas passando por sintomas significativos e debilitantes de depressão podem encontrar na terapia medicamentosa a melhor opção para a melhora da qualidade de vida. Se você prefere combater a depressão sem essas drogas, porém, existem muitas estratégias simples e eficientes a serem testadas, especialmente se você estiver lidando com um caso de leve tristeza ou de depressão situacional despertada por circunstâncias da vida. Estes passos podem ser úteis quando utilizados juntos com medicações para depressão séria.

1
Combata problemas administráveis. Nem todos os problemas possuem soluções diretas; a depressão pode ser exacerbada por questões fora de seu controle, como saúde, problemas financeiros e a morte de um ente querido. Para superar os problemas mais duros da vida, é útil abordar o que pode ser mudado. Quais obstáculos menores da vida podem causar negatividade diária? Pratique superá-las e você ganhará forças para encarar questões maiores.
Estabeleça objetivos para solucionar seus casos. Pense em meios concretos de melhorar a situação. Sua casa está excessivamente desarrumada? É possível combater algo desse tipo. Crie um plano detalhado para limpar a casa, quarto por quarto, e permita-se sentir a satisfação de cada missão concluída.
Registre seu progresso em um diário. Às vezes, o simples ato de escrever um objetivo fornece motivação para que a mudança aconteça.

2
Expresse-se. A depressão tende a fazer com que as pessoas se retirem da vida e evitem a comunicação com os outros. Isso apenas piora quando as emoções são sufocadas. Seus sentimentos têm valor por fazerem parte de você – encontre um meio de expressá-los.
Não passe muito tempo sozinho. Converse diariamente com amigos, familiares e colegas. Não é necessário conversar sobre a depressão: seja você mesmo e converse naturalmente.
A escrita, a dança, as artes visuais, a música e outros tipos de arte podem ser formas extremamente terapêuticas de expressão.
Não tenha medo de expressar tristeza, medo, raiva, ansiedade e outras emoções que acompanham a depressão. Esses sentimentos são parte da vida, assim como a felicidade e a satisfação. Esconder as emoções o envergonharão e irão fazê-lo se sentir pior.

3
Cultive seu lado espiritual. Muitas pessoas descobrem que a espiritualidade as ajuda a encontrar paz e lidar com a depressão.
Experimente a meditação, cujo foco é o desenvolvimento de padrões que levam à autorreflexão e à paz. Pesquise grupos de meditação em sua região ou pratique sozinho.
Caso seja religioso, considere participar mais de cultos ecumênicos e envolva-se em grupos que se encontrem regularmente. Passar tempo com seus semelhantes lhe dará o conforto de fazer parte de uma comunidade.

4
Seja gentil consigo mesmo. A depressão pode causar sentimentos extremamente negativos em relação às habilidades e à personalidade alheia. Foque no que você gosta em si e nas coisas positivas que tem a oferecer em vez de reclamar no que há de errado.
Não se culpe por estar deprimido. A depressão afeta quase todos em um momento ou outro. Você não é fraco ou covarde; você tem uma condição que pode ser debilitante e está tomando as atitudes para encará-la. Isso é bravura.

Posts Relacionados