Como derrotar Thanos, o Titã Louco?

Como derrotar Thanos, o Titã Louco?

Com a divulgação do primeiro trailer de Vingadores: Guerra Infinita, podemos ter um pequeno aperitivo de algumas cenas deste filme que promete reunir todos os personagens do Universo Cinemato

Leia tudo

Com a divulgação do primeiro trailer de Vingadores: Guerra Infinita, podemos ter um pequeno aperitivo de algumas cenas deste filme que promete reunir todos os personagens do Universo Cinematográfico da Marvel para deter o poderoso Thanos de Titã, que almeja as Joias do Infinito para dominar o universo.

 faremos um interessante exercício de imaginação utilizando os quadrinhos como base para uma questão que já está sendo debatida entre os que aguardam a mais nova película da Casa das Ideias: como se pode deter a investida de Thanos e vencer o Titã Louco?

Consciência Cósmica

Antes das Joias do Infinito, Thanos utilizou de outro artifício para conquistas o universo. O Titã fez sua estreia nas HQs dos anos 70 e foi logo alçado a um dos vilões mais temidos da Marvel quando invadiu a Terra em busca do Cubo Cósmico, item que realiza qualquer desejo de seu usuário.

Depois de invadir a Terra, dominar a humanidade e derrotar os Vingadores, Thanos teve os seus planos impedidos por conta do herói Capitão Marvel, um ex-espião Kree que criou laços afetivos com a nossa civilização e se tornou um dos heróis protetores da Terra. Porém, para vencer o seu rival, Mar-Vell foi agraciado com a habilidade da Consciência Cósmica, dom que o colocava em sintonia com todo o universo e foi fundamental para a resolução do embate.

Adaptando aos cinemas, a Consciência Cósmica pode ser um artifício que colocará a Capitã Marvel, futura personagem que será interpretada pela atriz Brie Larson, como uma peça fundamental para o conflito contra o vilão. Existem rumores de que Mar-Vell será peça fundamental do filme solo da heroína e dar a Carol Danvers todo o treinamento para o quarto filme dos Vingadores. A questão é: será que teremos uma aparição do herói Kree em Guerra Infinita?

Drax, o Destruidor

Algoz de Thanos nas HQs, Drax é um personagem de relevância no universo cinematográfico da Marvel e pode cumprir a sua missão de eliminar o Titã para salvar o universo. Criado na edição #55 de Iron Man, o atual membro dos Guardiões da Galáxia é forjado pelo imortal Kronos, que utiliza do espírito de um humano morto por Thanos para conceber um guerreiro com um corpo poderoso e um único propósito: derrotar o vilão.

Assim como o Titã vive um ciclo de mortes e ressurreições, o Destruidor também sempre retorna à vida para cumprir a sua missão. Porém, cada novo renascimento lhe dá mudanças físicas – e até mentais – que podem ajudar ou atrapalhar a sua missão.

Para o universo do cinema, Drax carrega muito do visual que surgiu durante a saga Aniquilação, período no qual o guerreiro conseguiu finalmente matar Thanos. Com base nisso, não seria uma surpresa se o personagem do Guardiões da Galáxia fosse o instrumento de derrota nos filmes dos Vingadores

Adam Warlock

Criado artificialmente por humanos e detentor da Joia Espiritual durante um grande período, Adam Warlock pode ser considerado o principal antagonista contra o Titã Louco. Com sua primeira aparição em Fantastic Four #66, Adam Warlock é considerado o ser perfeito e tenta levar harmonia ao cosmo.

Com habilidades sobre-humanas, capacidade de vôo e resistência ao espaço profundo e manipulação de energia, Adam carrega muita afinidade com a Joia Espiritual e isso o transformou em um alvo de Thanos na sua busca pelo poder supremo. Dentre os vários embates, Warlock já chegou a transformar o Titã em pedra e também foi um dos principais instrumentos para desestabilizar o alienígena durante a sua posse das Joias do Infinito nas HQs.

Para o universo dos cinemas, já sabemos que Adam Warlock – ou simplesmente Adam – fez a sua “aparição” em uma cena final e está encaminhado para obras futuras das telonas. Com seu papel de importância na mitologia espacial da Marvel, não é difícil imaginar que o herói terá papel fundamental para a Guerra Infinita e suas consequências.

A Morte

Desde o seu nascimento, Thanos foi fascinado pelo conceito e pela própria personificação da Morte. Por conta disso, quase todos os seus grandes feitos e atos foram motivados exclusivamente para agraciar a entidade.

Mesmo assim, a ascensão do eterno em sua busca por poder o transformou em um grande perigo para toda a existência, fazendo com que a própria Morte temesse o seu antigo servo e o considerasse um inimigo a ser detido.

Ainda não se sabe muito das reais motivações de Thanos no universo cinematográfico e nem se teremos uma personificação da Morte nos cinemas. Entretanto, ser traído pelo grande ser no qual direcionou todas as suas intenções e até ser desprovido da vida por conta disso é também um recurso interessante que o cinema pode utilizar para resolver este embate.

Thanos

O próprio Titã Louco? Ele seria o responsável pelo seu próprio fim? Quem conhece as HQs do personagem, sabe que esta é uma resolução altamente plausível para um desfecho da saga do infinito nos cinemas.

Niilista e ególatra, Thanos tem uma obsessão pelo poder que pode revelar algo que vai além de seus poderes e sua posição no universo. Questionado pela sucessão de derrotas que colecionou, mesmo conseguindo se tornar um Deus em várias ocasiões, o vilão foi colocado a frente de seu próprio “eu interior” e entendeu que os seus deslizes representam uma realidade obscura: o próprio vilão não acredita em sua capacidade de se tornar além do que realmente é.

É possível que esse recurso não seja utilizado totalmente nos cinemas, principalmente por ser um anticlímax que não condiz com o espírito dos filmes de super-heróis da empresa. Mas como reflete muito dos embates filosóficos que permeiam o personagem, não pode ser totalmente descartado como um dos métodos de maior eficiência na queda do vilão.

Posts Relacionados