Especialista esclarece mitos e verdades sobre a endoscopia

Especialista esclarece mitos e verdades sobre a endoscopia

O procedimento é indolor e seguro A Endoscopia é um método de investigação de doenças do sistema digestivo complementar ao exame clínico realizado pelo médico. Muitos pacientes ainda acreditam n

Leia tudo

O procedimento é indolor e seguro



A Endoscopia é um método de investigação
de doenças do sistema digestivo complementar ao exame clínico realizado
pelo médico. Muitos pacientes ainda acreditam no mito de que é algo
perigoso ou que causa dor. A Endoscopia é um método de investigação de
doenças do sistema digestivo complementar ao exame clínico realizado
pelo médico. Muitos pacientes ainda acreditam no mito de que é algo
perigoso ou que causa dor.      


O cirurgião do aparelho digestivo e
endoscopista Paulo Henrique Mansur vem desmitificar o assunto. Ele diz
que a endoscopia é um exame rápido, indolor e de pouco risco, chamado de
minimamente invasivo – não agride o organismo.  


“Pacientes com comorbidades, como
pressão alta, bronquite, asma, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC
(provocada em fumantes excessivos), efizema e outras, podem contar com a
segurança de um anestesista que acompanha o procedimento para fazer uma
sedação (sedação consciente)- que é diferente da anestesia geral -,
caso seja necessário. Em crianças, adolescentes e idosos, também pode-se
contar com o anestesista que permanece atento para intercorrência,
estando ele preparado para o atendimento. Vale ressaltar que algumas
clínicas como a Skopia oferece anestesista para todos os pacientes, não
havendo restrição”
, informa.  


Mansur conta que problemas podem ser
evitados quando o paciente busca ser atendido em clínicas especializadas
e afirma que a endoscopia é um procedimento seguro, quando realizado em
clínicas reconhecidas e que se preocupam com a segurança da pessoa a
ser assistida.    


“Realizar o exame em uma clínica despreparada pode se tornar algo perigoso”.  


De acordo com Dr. Paulo, as indicações
da endoscopia são variadas. No entanto, é utilizado, principalmente,
para complementar o diagnóstico quando há suspeita de doenças que possam
surgir do esôfago, estômago ou duodeno, melhorando a eficiência da
identificação do problema e do tratamento. Além disso, é indicada para
prevenir o câncer gástrico e outras doenças.  


“É importante a consulta com o
médico especialista antes de realizar o procedimento para que conheça o
histórico familiar e do próprio paciente”.  


Paulo acrescenta que a endoscopia,
também, é indicada no caso de pacientes que realizam exames para alguns
procedimentos pré operatórios, como a colocação de balão intragástrico
para o emagrecimento e a cirurgia bariátrica.    


“As clínicas Endoscópicas deveriam
seguir protocolos rígidos de segurança e qualidade, levando o mínimo de
risco para o paciente. Não só a presença do anestesista, mas todo um
aparato de segurança e higiene. Assim como é feito em países mais
desenvolvidos como Estados Unidos e Japão”
, afirma o médico.