Justiça do ES decreta prisão preventiva de motorista que causou acidente na BR-101

Justiça do ES decreta prisão preventiva de motorista que causou acidente na BR-101

A justiça converteu a prisão do motorista Wesley Montovanelli, de 45 anos, de flagrante em preventiva, em uma audiência de custódia nesta quinta-feira (12). Ele é apontado pela polícia como o

Leia tudo

A justiça converteu a prisão do motorista Wesley Montovanelli, de 45 anos, de flagrante em preventiva, em uma audiência de custódia nesta quinta-feira (12). Ele é apontado pela polícia como o causador do acidente que matou quatro pessoas na BR-101, em Viana, nesta quarta-feira (11).
Acidente na BR-101 em Viana: veja os nomes das vítimas
O acidente envolvendo nove veículos aconteceu por volta das 11h57, no km 304 da rodovia federal. O motorista da carreta bateu atrás de uma fila de carros que passava por uma blitz. A suspeita é que ele mexia no celular momentos antes da batida. Duas pessoas saíram ilesas e cinco foram socorridas com ferimentos.
A decisão sobre a prisão preventiva é da juíza Raquel de Almeida Valinho.
Como aconteceu o acidente
Motoristas passavam por uma blitz no sentido sul da BR-101 e por isso uma fila de veículos se formou. Uma câmera de videomonitoramento flagrou o momento em que a carreta chega e bate nos outros automóveis, que em seguida começam a pegar fogo.
De acordo com a polícia, o motorista que provocou o acidente estava a 85 km/h em uma via de 60 km/h.
Há ainda a suspeita de que ele estava trocando mensagens momentos antes da batida. O celular dele foi levado para perícia.
"Segundo a análise que a gente fez no celular, tem dois grupos de motoristas de caminhão, que exatamente no horário da batida, eles estão apagados e os demais estão normais. Isso é um indício de que ele pode ter apagado alguma coisa para esconder alguma prova", disse o delegado Alberto Roque.
A batida envolveu nove veículos. Das que morreram, uma estava em um veículo Renault Clio, duas estavam em um Peugeot e outra em um Prisma. Três morreram carbonizadas e uma morreu durante socorro. De acordo com o laudo, ela teve hemorragia após o rompimento de uma artéria.

Posts Relacionados