Melanie Martinez acusada de estuprar amiga

Melanie Martinez acusada de estuprar amiga

Timothy disse que Melanie foi sua melhor amiga e a amava e que a mesma tinha se aproveitado da posição para tirar vantagens sexuais, Timothy iniciou o tweet dizendo: "Quando escrevi a história do meu

Leia tudo

Timothy disse que Melanie foi sua melhor amiga e a amava e que a mesma tinha se aproveitado da posição para tirar vantagens sexuais, Timothy iniciou o tweet dizendo: "Quando escrevi a história do meu abuso, inicialmente, não iria dizer o nome da abusadora. Mas é importante que saibam que isso se trata de Melanie Martinez". Esse tweet foi seguido de um enorme texto explicando com detalhes como ocorreu o abuso. De tanto conteúdo que já traduzi para a página, esse foi de fato, o mais difícil, demorei para conseguir concluir, pois precisa me recuperar. Antes de lerem o texto é importante que tenham em mente que o relato não foi confirmado, não devemos tirar conclusões precipitadas, e devemos dar a Melanie o direito de defesa, é triste estar nessa situação, mas não devemos sair acusando Melanie até que seja provado, e caso seja verdade, não apoiamos abuso sexual, e esperamos no mínimo uma retratação. De qualquer forma vamos tentar manter a calma e esperar mais atualizações do caso. (Na imagem abaixo, tem Timothy Heller à esquerda, e um screenshot de Melanie de um vídeo postado por ela em seu snap em 2015).
Segue a tradução completa do relato de Timothy Heller:
"Tenho mantido esse segredo por anos, tentando convencer a mim mesma que não é grande coisa que não me machucaria. O fato de aceitar que minha melhor amiga me estuprou é insano. Mesmo escrevendo não parece real pra mim. Comecei a contar essa histórias para pessoas próximas como se fosse uma piada "Você acredita no que aconteceu naquela noite louca?", mas comecei a receber respostas que eu não estava esperando. Respostas preocupadas. É difícil dizer que alguém que eu amo me estuprou, alguém que ainda amo. O fato de estar escrevendo isso e o mundo ver, me assusta. Especialmente pela pessoa que é. Era minha melhor amiga. Ela me acolheu, eu era grata por isso. Sentia que devia minha vida à ela e minha vida começou a rodar em torno dela. Eu tinha meus próprios problemas, mas eu focava na vida dela. Eu poderia lidar com minha turbulência interna mais um pouco. Alguns dos fãs dela se tornaram meus fãs também, mas a fidelidade deles era dela. Eles são dedicados. Ela é tão perfeita. Para o público, ela não pode errar. Ela está aqui pelos fãs, ela entende, ela é diferente.
Quando precisei de uma amiga, posso dizer que ela me decepcionou completamente. Durante o momento mais difícil de minha vida, o controle dela sobre mim cresceu e cresceu. Eu estava em silêncio. Enquanto eu entendia o que eu precisava de ajuda, eu me sentia culpada. Eu tive que me desculpar por ter um ataque de pânico extremo, onde pensei que morreria, porque estraguei a noite dela. Eu me tornei um problema.
Sim, apesar de tudo eu a amava. A condenação ocorre em várias formas diferentes. No relacionamento com essa amiga, eu era dependente de ajudá-la com sua vida. Quando precisei de um pouquinho de atenção e apoio da minha melhor amiga, não havia nada para relacionar a nós duas. Nossa amizade era sobre ela. O poder que ela tinha sobre mim, cresceu a um ponto que eu não conseguia dizer não pra ela, eu faria qualquer coisa por ela.
Durante uma de nossas noites do pijama, ela começou a se interessar pela minha preferência sexual. Como já fui abusada sexualmente, sexo é algo difícil de falar. Eu estava claramente desconfortável, mas como ela é minha melhor amiga, eu tentei me abrir. A conversa parecia nunca ter fim, e eu tinha que trabalhar de manhã cedo no outro dia. Ela começou a perguntar enquanto estávamos na cama se eu transaria com ela, enquanto eu estava muito desconfortável com a oferta, eu ri. Eu tinha namorado na época, ela sabia disso, "Ele não precisa saber, não é grande coisa!", isso durou horas, ela me perguntava porque eu não queria, seria divertido. Eu disse não várias vezes eu tinha que trabalhar de manhã, eu só queria dormir, estava exausta. Eu queria dormir, mas me mantive acordada a noite toda, porque minha amiga estava me implorando para transar com ela. Parecia estranho, mas era minha melhor amiga. Eu disse não, e pensei que deixaríamos isso pra lá. Na noite seguinte aconteceu a mesma coisa. Voltamos a mesma resposta da noite passada, ela não queria desistir. Ela me convenceu a fumar maconha, e como é difícil pra mim dizer não à ela. pensando que talvez caíssemos no sono e evitasse a situação. A mesma conversa começou a acontecer, ela tentava me convencer que seria divertido e eu me sentiria bem. Eu dizia que meu namorado iria ficar chateado, que eu precisava dormir, que precisava ir trabalhar. Disse não de todas as maneiras possíveis. Eu deitei rezando pra dormir, ela tocou meus braços, eu deixei isso acontecer. Talvez ela fosse desistir, isso aconteceu por uma hora. Comecei a ficar desconfortável, gargalhei fazendo cócegas. De jeito nenhum queria tornar isso uma situação sexual. "Posso fazer isso? Posso tocar em sue braço? Posso tocar em seu seio?" Ela começou a me fazer carinho, tudo o que eu queria era dormir. Ela começou a falar dos meus seios, e implorou para APENAS tocar neles, não precisávamos fazer nada mais. Eu estava cansada, confusa e chapada, então deixei rolar. Isso conduziu a toques em outras partes do meu corpo, eu nunca disse sim, disse não várias vezes, mas ela usou seu poder sobre mim, e isso me partiu ao meio. Não tinha confusão, fui molestada pela minha melhor amiga. Eu continuei deitada em choque, completamente sem reciprocidade. Eu odeio ter que dizer isso, pois me sinto muto desconfortável, mas ela fez sexo oral em mim e me penetrou com um brinquedo sexual sem que eu pedisse. Foi isso que aconteceu, eu preciso lembrar a mim mesma que eu disse não durante duas noites seguidas. Não importa se eu não consegui resistir durando a ação. Ela me magoou. Ela sabia que eu não queria, eu deixei isso bem claro, eu não gritei com ela, não forcei ela a transar comigo, primeiro: porque eu amava, segundo: eu queria que acabasse logo. 
Nós nunca mais falamos dessa noite de novo. Enquanto minha cabeça estava uma bagunça, não tinha como eu ter sido estuprada pela minha melhor amiga, certo?
Nossa amizade acabou, porque ela decidiu que não teria mais tempo pra mim, ela se importava demais comigo e isso estava de certa forma atrapalhando. Não sei como acaba essa história, estou assustada em quanta responsabilidade cai sobre mim. A única razão pelo qual escrevo isso agora, é porque espero que eventos recentes, façam as pessoas acreditarem em mim. Se começarem a duvidar, peço que imaginem se fosse um homem. Garotas podem estuprar garotas. Melhores amigas podem estuprar melhores amigas. Amizade não significa consentimento. Silêncio não significa consentimento. Eu queria não ter sido tão dura comigo sobre esse assunto."

Posts Relacionados