Mulher cujo cérebro está “caindo do crânio” teme não viver até o Natal

Mulher cujo cérebro está “caindo do crânio” teme não viver até o Natal

Sarah Gearing, de 40 anos, de Rochford, sofre de Síndrome de Ehlers-Danlos. A doença faz com que o tecido conjuntivo do corpo se desmorone, gerando dores fortes e constantes. Ela tem uma hérnia no

Leia tudo

Sarah Gearing, de 40 anos, de Rochford, sofre de Síndrome de Ehlers-Danlos. A doença faz com que o tecido conjuntivo do corpo se desmorone, gerando dores fortes e constantes.

Ela tem uma hérnia no cérebro, o que locomoveu o órgão por cerca de 7 mm do lugar inicial, impedindo o fluido de circular entre o cérebro e a coluna vertebral.

Os cirurgiões alertaram que apenas uma operação a salvará, mas os custos são cerca de R$ 560.000,00. Além disso, o procedimento demora 10 horas e só pode ser realizado na Espanha ou nos Estados Unidos. “Meu cirurgião me disse que minha condição é mais crítica do que nunca, e que se eu não conseguir a cirurgia no próximo mês, eu vou morrer”, contou.

Sarah vive em uma cadeira de rodas há 20 anos. “Quando eu era mais jovem, minha coordenação era limitada e me machucava facilmente, desde então as coisas só pioraram. Agora meu cérebro está saindo do meu crânio, esmagando meu tronco cerebral e medula espinhal“.

Os sintomas de sua condição são dor crônica, níveis mentais e físicos de incapacidade. Além disso, suas costelas se deslocam quando ela espirra.
A cirurgia que Sarah precisa envolve uma fusão no pescoço e procedimentos especiais para colocar seu cérebro no local de origem, aliviando permanentemente a compressão em sua medula espinhal. Para isso, os cirurgiões precisarão cortar a parte de trás do crânio e reposicionar o cérebro.

Sarah foi oficialmente diagnosticada com EDS há seis anos e atualmente usa um cateter e vive com um cuidador em tempo integral.

Antes de seu diagnóstico em 2011, os médicos observaram vários sintomas diferentes, mas nunca identificaram que ela tinha EDS. Sarah disse que os especialistas apenas sugeriram que era EDS quando sua condição piorou muito e eles viram casos mais conhecidos na mídia.

A comunidade local e os grupos religiosos que Sarah participa arrecadaram mais de R$ 239.000,00.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

Posts Relacionados