Mulheres, acusadas de queimarem um bebe são assassinadas, em São João de Meriti

Mulheres, acusadas de queimarem um bebe são assassinadas, em São João de Meriti

Mãe e filha são retiradas de casa por bandidos armados e encapuzados na travessas Dr. Luiz sobral, na localidade de Tomazinho, em São João de Meriti. Ambas foram mortas, queimadas e abandonadas em

Leia tudo

Mãe e filha são retiradas de casa, por bandidos armados e encapuzados na travessas Dr. Luiz sobral, na localidade de Tomazinho, em São João de Meriti. Ambas foram mortas, queimadas e abandonadas em Agostinho Porto, também em São João de Meriti.

O que motivou o corrido foi o fato de ambas, mãe e filha, que tomavam conta de um bebê o agrediram, jogando água quente sob a criança.

Carmem Rocha, na foto abaixo, confessa aos bandidos ter jogado água fervendo em um bebê, pouco antes de ser assassinada pelos mesmos. A criança teve 50% do corpo queimado e encontra-se hospitalizada. A confissão de Carmem foi gravada pelos bandidos e já viralizou na internet.


O fato, que chocou os moradores da localidade, ocorreu a alguns dias, porém a data não foi revelado e as imagens dos corpos foram divulgadas somente nesta quarta-feira de cinzas, 14 de fevereiro de 2018.

A filha de Carmem, com nome não revelado, tomava conta da criança de apenas um ano, quando sua mãe jogou água fervendo na criança, para que parasse de chorar.

Não obtivemos maiores informações sobre o caso, que segue sob investigação policial.